A Irmandade dos Rosário é uma comunidade negra e atua informalmente preservando a cultura e as tradições da família Aviz do Rosário, originária dos Campos de Bragança - nordeste do Pará. Parte da família veio para a zona metropolitana de Belém através dos fluxos migratórios, mas mesmo na cidade tentam manter os costumes de sua cultura de origem.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Cineclube da IRMANDADE DOS ROSÁRIO, abril 2013

Apresentou mais uma sessão de cinema, nesta sexta feira na comunidade jardim botânico, que fica localizada na BR 316 KM 9, Rua dona Ana alameda Alcebíades 951, Ananindeua-centro.
Parentes e amigos ajudaram a montar o senário, mesmo com a chuva que caiu neste dia, não foi suficiente para espantar  as pessoas que aos poucos as chegavam com seus banquinhos para sentar. Para  mais um cineclube, contamos com presença de espectadores de Bragança, Marituba e da própria comunidade.
Foram apresentados uma grande variedade de filmes, assim agradando a todos que ali estavam. dois  curtas em destaque  A ONDA, FESTA NA POROROCA E AÇAÍ COM JABÁ, O VIADO E A ONÇA, todos caíram na risada  e queriam mais! as crianças ficavam indo e voltando com aquela inquietude de querer estar em muitos lugares ao mesmo tempo.
Os olhares vibrantes para tela e o sorriso aos poucos estampados no rosto de cada um que ali ser encontravam. O difícil é falar que chegou ao fim e a expectativa do próximo cineclube.
Agradecemos a parceria com o cineclube Nangetu e com a Paracine.
.

Esta ação faz parte do Projeto Audiovisual da Irmandade dos Rosário sob coordenação de Renata Lira premiada pelo Edital Prêmio Agente Joven de Cultura/ Ministério da Cultura/ Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural.
O Prêmio Agente Jovem de Cultura é uma realização do MinC, por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, em parceria com a Secretaria Nacional de Juventude da Presidência da República e os ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e da Saúde (MS).




2 comentários:

  1. Quando trabalhamos na/com a comunidade aprendemos a olhar o mundo a partir de outra ótica

    ResponderExcluir